06/01/11

a saga do dinoceronte

Ontem ao jantar, o meu irmão e a namorada estavam a brincar com a Maria, com um livro a identificar animais.
Apareceu um rinoceronte e claro que a Maria disse que era uma hipopota.
A Diana insistiu que era um rinoceronte e a catraia toca de mostrar um ar da sua graça e feitio jeitoso e toma que lá vai disto e dizia com voz convicta, braços cruzados e cara de poucos amigos: Não é nada. É uma hipopota! Eu já te disse que é uma hipopota!
A contra gosto e depois de uma insistência, lá reconheceu a diferença e disse que sim, que era um dinoceronte (foi o melhor que conseguiu e ainda assim depois de algumas tentativas).

5 comentários:

A.C. disse...

Há que ter confiança nos nossos conhecimentos!
Tão querida!

Ivânia Santos (Diamond) disse...

Ehehe as crianças são fantásticas :)*

Dinastia FilipiNHa disse...

:-)

Ps. Lá por casa, andamos com o "teu problema da coelha" em versão gata. As duas, não largam a desgraçada da bicha e a Maria também já teve direito a um arranhão na cara...

OnlyHappyInTheSun disse...

ahah...tão querida!

Rita disse...

Fofuxa =) *