06/08/10

Chegará o dia


Em que passar por aquele edifício me será indiferente. Hoje não é.
Em que não me recordarei dos nomes de todas as pessoas com quem trabalhei estes 11 anos. Hoje sei-os de cor.
Em que não me custará passear no centro comercial que fica mesmo lá ao lado. Hoje custa.
Em que estarei com antigos colegas de trabalho, hoje amigos, sem sentir que falta algo, sem sentir nostalgia. Hoje custa-me.
Em que falarei da empresa e das coisas que lá se passam, sem usar a palavra "nós". Hoje ainda uso.
Em que não sentirei falta da minha secretária. Hoje sinto.
Em que não sentirei saudades dos cafés logo pela manhãzinha. Hoje sinto.
Em que não me sentirei constrangida, cruzando-me com pessoas com quem trabalhei, por perceber que não querem tocar no assunto, de eu ter saído da empresa. Hoje sinto.
Em que olharei para a marca maior da empresa em que trabalhei e conseguirei ser 100% racional e avaliar o valor, a oferta, a publicidade. Hoje não consigo.
Em que terei que fazer um esforço para me recordar do meu endereço de e-mail. Hoje sei-o de cor.
Em que não terei saudades do stress dos grandes momentos que ali vivi. Hoje tenho.
Em que não odiarei os momentos péssimos que ali passei. Hoje odeio.

Eu sei que chegará o dia, mas ontem estive por perto, sempre bem disposta, a fazer compras, até estive com uma amiga do coração (e ex-colega de trabalho), mas cheguei a casa com um nó na garganta. A Maria estava super bem disposta, o que me ajudou a distrair. Tomamos as duas uma banhoca juntas e saímos os 3 para jantar. Mas agora, que estou comigo, não consigo deixar de pensar que este dia chegará, mas que me parece estar ainda muito distante...

4 comentários:

Ana disse...

é preciso ter muita força... eu penso q me vai acontecer o mesmo quando passar aqui pelo instituto depois de eu sair... tudo bem q é porque quero mas porque tb n me foram dadas muitas hipoteses para ficar... ainda assim é como tu dizes, um dia passaremos nestes sitios e só nos lembraremos das risadas e não das lágrimas da partida... beijokas

Patrícia Teodoro disse...

Sei bem o que custa

Dinastia FilipiNHa disse...

Mas VAI chegar!

E vais encontrar um novo emprego que será desafiante e te fará adorar a nova vida profissional. E aí, será ainda mais fácil esquecer o que queres esquecer, e recordar só o que queres recordar.

O que vale é que tens um sorriso à tua espera para o qual, quando olhas, sentes que tudo vale a pena!

Bjs

Mãe Feijoca disse...

da tempo ao tempo, e quando menos esperares esse dia chega. mas é sempre dificil, foram muitos anos. bjs