24/02/11

Sometimes I really don´t understand why

Um casal jovem. Já com um filho. Engravida. Antes do primeiro trimestre de gravidez o marido, num estúpido acidente de automóvel perde a vida. A gravidez continua. Suspeita de trissomia 21. Não confirmada pela amniocentese. É uma menina. Apesar dos apesares a vida continua. Uma filha na barriga a crescer. Um filho em casa. Apoio da família. Quase aos 9 meses. Hospital. A bebé vai nascer. E nasceu sem vida.
Infelizmente não é história... Não percebo o porquê. Revolta-me que a vida de alguém possa correr desta forma. Não imagino a dimensão da dor. Não imagino como a irá superar. Não imagino. E choro só de imaginar. Porque não me conformo. Porque não percebo o sentido. Não percebo o porquê. Não percebo como. Não percebo. Qual o propósito. E acho profundamente injusto alguém ter que passar por tudo.

10 comentários:

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Horrivel mesmo...ninguem devia passar por isso, parece uma dor que nao acaba nunca :(

Mami ( Sónia ) disse...

Coitada da rapariga, nem consigo imagina a dor dela. Espero que por detrás de todas as nuvens negras ela consiga ver o sol brilhar e se agarre à vida e ao filho que já tem.
É mesmo muito injusta a vida!

Maria João disse...

:( Só uma pequena parte da história já é injusta!! Sou cm tu. Fico revoltada, angustiada, triste com estas histórias de familias completamente despedaçadas. É mesmo mt triste:(

J disse...

São muitas dores inimagináveis para uma família só!
Eu também não percebo e acho que nunca perceberei e coisas destas podem acontecer a qualquer um.
Resta-nos acreditar que esta família irá um dia ter um raio de sol, porque todos temos direito!
Bjs de coração apertadinho...

Ana disse...

infelizmente conheço pessoalmente pessoas que passaram por algo semelhante... eu enquanto amigo não consigo deixar se sofrer com eles... e chorar com as más notícias...
mas o sol brilha de novo... e no caso da minha amiga está grávida mais uma vez e está tudo a correr bem!

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Bolas. Fico como tu perante essas coisas...porquê tudo à mesma pessoa?...

Cláudia disse...

Até me doeu ler-te...
:(

É para dizer que uma desgraça nunca vem só...

Nem quero pensar...

Cleia disse...

Até me arrepiei.
Conforme fui lendo, quis acreditar que seria fictício.Que pena que não é...
que pena que haja histórias assim.

Dinastia FilipiNHa disse...

QUE HORROR!!!!!

Um beijinho...

Sara disse...

Isso faz-me lembrar a história mais que falada cá na terrinha de um pai que morre na noite de consoada quando ia buscar os pais a casa... Um horror! O nosso Natal já não foi o mesmo :(
A mulher, gravida de 3º trimestre ouve os bombeiros vai ter com o carro acidentado e desmaia quando vê o marido morto...
Nunca mais soube o que foi feito daquela mulher e da criança que carregava no ventre.
O que sei é que esta família nunca mais terá direito ao Natal :(
Essa história fez-me recordar esta...