07/12/11

e queixo-me eu da tralha

que anda no meu carro, deixada em 90% dos casos pela minha querida filha. Mas hoje agradeci pela tralha que ela lá deixa. Se não fosse a tralha, hoje não tinha dinheiro para comprar o meu pão na padaria, nem sequer para tomar um café. Deixei o porta-moedas esquecido em casa. Portanto depois de comido o pão e tomado o café, tenho uns módicos 50 cêntimos na carteira laranja plástica que o Pai Natal lhe ofereceu no fim-de-semana.

6 comentários:

Dinastia FilipiNHa disse...

Ah Ah!!!! Grande Maria!!!

Beijinhooooos

Palco do tempo disse...

bendita tralha :)

Sorriso disse...

tu é que não sabias, mas ela deixava a tralha a pensar nas tuas necessidades :-)

Obrigada pelo teu carinho!

mari disse...

bendita carteira laranja da Maria... :)

D. disse...

Vês como serve sempre para alguma coisa?!?!?

anasantos79 disse...

ahahahahahaha LOL