01/11/09

Doçura ou travessura

O benfica perdia com o braga. Eu tinha acabado de fazer a custo as
bases para o bolo de gomas, chupas e afins (que a Maria queria porque
queria estar ao meu colo) e preparava-me para colar mini fotos em
palitos e...Tocaram à campainha. O Filipe foi espreitar e regressou à
sala a dizer que lhe pareciam ser miúdos a pedir doçes. Lembrei-me
logo que há 1 ano estes ou outros miúdos também nos visitaram mas
tiveram pouca sorte que tive que andar a remexer armários para
encontrar alguma coisa para lhes dar, eu e a minha mega barriga! Hoje
tiveram muito mais sorte. A mesa da sala está apinhada de gomas de
várias cores e feitios, rebuçados, caramelos e chocolates, compras que
fizemos para o aniversário da Maria. Peguei na Maria. Um saco de mini
chocolates, um saco de gomas e lá fomos abrir a porta. De início a
Maria assustou-se um pouco com um menino que trazia uma máscara
estranha e uma vela na mão, mas lá lhe disse que era um menino, o
menino levantou a máscara e ela ficou fascinada. Uma voz de um mais
pequenino perguntou se podiam entrar, disse que sim, a Maria aos
saltos ao meu colo. E ao responder, olhei para aquela criança e
estranhei estarem todos vestidos de preto e ele estar com um gorro
colorido. Demos os doces. A mamã que os acompanhava (que por sinal,
percebemos depois era mãe do menino do gorro e do que levava a vela)
brincou com a Maria, o pequenino voltou a chamar a minha atenção
quando me perguntou se eu já tinha visto que ele tinha a cara pintada.
Vi. Respondi que estava lindo, seguerei-lhe na mão e naquele momento
percebi que o menino não tinha sobrancelhas e podendo (e querendo)
estar errada, vi nele o rosto das crianças que vi no ipo quando lá fiz
voluntariado. Outro menino comentou que tinha uma casa igual à dele,
referindo-se à cor das paredes, uma menina respondeu: dah moramos no
mesmo condominio! Rimos todos e o grupo de crianças e a mamã
despediu-se com a Maria sempre a dizer-lhes adeus e desejosa que a
deixasse ir com eles. Perguntei se para o ano podíamos as duas ir com
eles, responderam que sim. E eu espero que sim. Que para o ano,
possamos ir com todos aqueles meninos...
Patrícia

4 comentários:

Rainbow disse...

Uma linda noite (:

Rita :-) disse...

Miminhos de fugida...

Beijos,
Rita e Di :-)

Dinastia FilipiNHa disse...

Ai amiga, estou toda arrepiada...

Um beijinho grande

Cláudia disse...

Essas coisas tocam-nos tanto...
É tão injusto...

:(